Francisca Sobrinho

2002

Biografia

Francisca Sobrinho nasceu em Braga, em 2002.

Licenciada em Teatro, variante interpretação, na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (2020-2023), iniciou o seu percurso teatral na Academia de Teatro Tin.bra, em Braga, onde permaneceu durante cinco anos (2015-2020). Colaborou em workshops e oficinas de leitura e interpretação com a Companhia de Teatro de Braga, dirigida por Ana Bustorff, André Laires e Rui Madeira, no âmbito do projeto BragaCult. No seu percurso na ESMAE foi encenada por Nuno M Cardoso, Paulo Calatré, Graeme Pulleyn, Rita Reis, João Delgado Lourenço, António Durães. Teve uma participação especial no espetáculo A Válvula, de João Delgado Lourenço.

Escreveu e encenou o seu primeiro espetáculo Vilarinho, no contexto do projeto
Dramat.orgia, uma co-produção Companhia NAVIO e Filhos do T. Participou enquanto intérprete e co-encenadora no concerto encenado In The Jungle, a partir do musical Lion King, com direção musical de Carlos Meireles.

Em colaboração com a Mr. Milk, encenada por Mário Sá, faz parte do elenco do
espetáculo de artes circenses, O Circo do Pai Natal.
No plano educativo, juntamente com a Companhia Crónica Pitoresca, apresenta M de Maias, de Rita Burmester.

No meio audiovisual, participou nas curtas-metragens Teresa e Star, realizadas por Joana Pestana, e fez ainda a dobragem do filme Moles para o Planetário – Casa da Ciência de Braga.

É co-fundadora e membro integrante da Associação Cultural Teatro de Súbito, tendo encenado e participado enquanto intérprete na sua primeira produção Volúpia, a partir de O Amante, de Harold Pinter.

Atualmente, integra o elenco do espetáculo O Salto, escrito e encenado por Tiago
Correia, da companhia A Turma.

Projetos recentes

  • 2022 – Teresa, de Joana Pestana
  • 2021 – Braga [RTP]

Vídeos