ROMI SOARES

1950

Romi Soares, atriz, natural do Porto, nascida em 1950

ESBAP – Pintura – Escola Superior de Belas-Artes do Porto – 1969-1973
ACE – Teatro – Academia Contemporânea do Espetáculo – 1990-1993

Na área teatral salienta, desenho, pintura, cenografia, e execução de marionetas, participação em workshops e seminários de voz, teatro, cinema, televisão, maquilhagem, caraterização e efeitos especiais para teatro e cinema, e laboratório de clown; dirigiu oficinas de interpretação; várias séries televisivas, telenovelas, cinema, publicidade; performances, stand-up comedy; várias peças teatrais, sendo a última “Fim de Partida”, de Samuel Beckett, direção de Julio Castronuovo no Teatro Constantino Nery, em Matosinhos; vários espetáculos e sessões de Poesia.

Neste momento participa diariamente numa rubrica de poesia na Rádio Nova – “O Poder Agridoce das Palavras”.

TELEVISÃO

2018 – Alma e Coração (SIC)
2017 – 4Play (RTP)
2017 – Trapos e Conversas Frívolas (RTP)
2010 – Morangos com Açúcar (TVI)
2007 – Uma Aventura (SIC)
2006 – Triângulo Jota (RTP)

CINEMA

2018 – Na Jaula, de Rodrigo Areias
2018 – Fidalga, de Flávio Ferreira
2017 – Asas da Memória, de Bárbara Silva
2007 – 25 Anos a Cores, de José Pedro Pinto