RAFAELA SÁ

1999

Rafaela Sá (1999 em Vila Nova de Famalicão)
Curso Profissional de Interpretação na ACE – Famalicão onde fez formação com Ana Celeste Ferreira, Ana Gormicho, Ana Luena, António Parra, Cristina Carvalhal,
Deeogo Oliveira, Elmano Sancho, Emília Silvestre, Inês Lua, João Castro, João Paulo Costa, Jorge Pinto, Margarida Gonçalves, Manuel Tur, Miguel Eloy, Nuno M.
Cardoso, Nuno Rocha, Paulo Calatré, Pedro Lamares, Sara Barbosa, Susana Madeira e Tiago Correia.
Na ACE Escola de Artes de Famalicão fez assistência de encenação para Emília Silvestre, João Castro, Miguel Eloy, Paulo Calatré, Pedro Lamares, Tiago Correia, Tony Oliveira e assistência de realização a Nuno Rocha.
Com a companhia Cão Danado participou no intercâmbio Creativity UK e filmou com o realizador de cinema francês Pascal Luneau. Assistente de palco em “Primavera Selvagem” de Arnold Wesker, encenação de Jorge Pinto, Co-produção Ensemble – Sociedade de Actores /TNSJ. Enquanto profissional de teatro participou em “Mulheres-Tráfico”, encenação de Manuel Tur, Co-produção A Turma e Movimento Democrático de Mulheres; “Das Tripas, Coração” – 99: Um Ano Para o Centenário_ Teatro Nacional São João, dirigido por Nuno M. Cardoso e Nuno Cardoso; “(A Tragédia) de Júlio César”, encenação de Luís Araújo numa produção Ao Cabo Teatro com Co-produção Teatro Nacional São João e do São Luiz Teatro Municipal; “Mas Alguém Me Perguntou Se Eu Queria Ir Ao Teatro?!” uma criação do Teatro do Noroeste, encenado por Ricardo Simões; “A Vós” dirigido por Sara Barbosa, Luísa Braga e Rafaela Sá; “António Marinheiro” uma produção da Companhia de Teatro Os Quatro Ventos, encenado por Pedro Ribeiro.
Em cinema participou em “Cair” uma curta-metragem de Vasco André dos Santos produzido pela Versum Creative Studio em parceria com a XS Filmes e integrou o elenco do filme “Estações da Vida. Vento da Desordem” de Tomás Baltazar. Fez uma pequena participação na minissérie “Fernão Lopes: A História de um Soldado Desconhecido” com direção de Hugo Diogo, produção da Lanterna de Pedra e o apoio da Décadas de Sonho, companhia de artes e espetáculo.

TELEVISÃO

2021 - Fernão Lopes: A História de um Soldado Desconhecido, de Hugo Diogo

CINEMA

2021 - Estações da Vida. Vento da Desordem, de Tomás Baltazar
2019 - Cair, de Vasco André dos Santos