PATRÍCIA QUEIRÓS

1983

Patrícia Queirós é natural de Meinedo – Lousada, onde iniciou o seu percurso artístico no Grupo de Teatro e Coral de Lousada, aos 17 anos de idade.

Em 2003 ingressa, com a melhor classificação feminina nas provas de admissão, no Curso de Teatro, área de interpretação da Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo, no Porto, onde trabalhou com artistas, professores e encenadores como António Durães, Rogério de Carvalho, Cândido Pazó, Howard Gayton, Paulo Lage, entre outros. Durante este período desenvolveu workshops de Voz, com Inês Vicente e João Henriques, de Caracterização com Aurora Gaia e de cinema com Raquel Freire. Participou ainda em workshop de Contadores de histórias, com Thomas Bakk.

Do seu percurso artístico destaca os seguintes projetos em teatro:
Teatro Independente de Paranhos na peça: ”A Trupe Saiu à Rua”; Com a companhia Mau Artista nas peças: ”Na hora errada”, ”Fios soltos, marionetas presas”; ”Ricardo III”, “Para três que se foram” e “Lição de Humanidade – Parte II”, com encenação de Helder Guimarães (Campeão Mundial de Magia de Cartas); Com o Teatro da Palmilha Dentada nas peças: ”Festas com mimos” e “A cidade dos que partem”, em coprodução com o Teatro Nacional S. João; Pelo Teatro Pé de Vento, no Teatro da Vilarinha: “Sr. Juarroz”; “Vem aí a República”; “O Rapaz do Espelho”; “Ensalada Vicentina”; “O Senhor do seu Nariz”; “Os Macacos não se medem aos palmos”, em coprodução com o Teatro Nacional S. João, um conto inédito, encomendado ao escritor e poeta Manuel António Pina; “O Velho e a sua linda nogueira” . Pelo Teatro da Rainha, nas Caldas da Rainha, trabalhou em residência artística na peça infantil: “Dodô – À procura do pássaro do sono”, em 2010; No Festival Varandas 2012, no Porto: “Pedro, Inês e& Cia” (como atriz); “À Barca, Houlá” (como autora do texto e atriz); 2013: Animações em todas as noites da 2ª edição Festival Varandas e criação do espectáculo “Hostel” no mesmo Festival; 2014: Animações em todas as noites da 3ª edição Festival Varandas e criação do espectáculo “Cacossinfonia Russa” no mesmo Festival.

Atriz na peça “Simplesmente Maria”, apresentada no Festival de Comédia “Villari-te 2013”, no Teatro Villaret. Reposição em Abril de 2014, no Centro Cultural da Malaposta, Odivelas.
Tocadora de Realejo, pela companhia de teatro Pé de Vento, em eventos diversos.
(Teatro de Improviso, a solo): “Testemunha Profissional” – Nov.2012/Fev.2013; “Era uma vez Portugal” – Mar.2013

Televisão e Cinema:
Filme português Balas e Bolinhos 3 – O último Capítulo (no papel de Fabianne); Mini-série “Mulheres de Abril” (no papel de Isaurinha).

Atriz/Coach (formação e desenvolvimento pessoal), no HighPlay Institute desde 2013.

Autora de vários textos que escreve e dirige com atores de grupos de teatro amador e profissional. Desenvolve a solo animações de comédia de improviso em diversos eventos. É co-fundadora de associações de teatro em pequenas aldeias, com o sentido de estimular a produção artística, como forma de descentralizar a cultura.

Criou em início de 2013 o seu mais recente projecto – MALETA – Movimento Associado ao Lazer, Educação e Terapia pela Arte, do qual já iniciou a produção/encenação de uma peça de teatro infantil da sua autoria e a 1ª Edição de Tertúlias, dedicadas a temas da actualidade e da existência.
Mérito Cultural, em 2013, pela Junta de Freguesia de Caíde/Lousada (onde é voluntária em iniciativas próprias de acção artística desde 2009). Medalha de Prata, em 2014, pela Câmara Municipal de Lousada (onde tem contribuído para a dinâmica cultural em várias freguesias, voluntariamente).

TELEVISÃO

2014 – Mulheres de Abril (RTP)

CINEMA

2012 – Balas e Bolinhos 3, de Luís Ismael