NUNO J LOUREIRO

1977

Vila Nova de Gaia, 1977
1998 é o ano da sua estreia profissional no Teatro do Noroeste em Viana do Castelo. No mesmo ano realiza o curso de Formação de Animadores Teatrais promovido pela
companhia no âmbito do programa europeu “YouthStart” Em 1998 frequenta o Curso de Formação de Animadores Teatrais, promovido pelo
Em 2003 conclui na Escola Superior de Música e das Artes de Espectáculo, a Licenciatura em Estudos Teatrais, variante de Interpretação. Mais tarde, entre 2006 e 2010 colabora com a E.S.M.A.E. na cadeira de Produção, como “Assistente de Encenação.” tendo trabalhado com Howard Gayton, Lee Beagley e Nuno Cardoso. Paralelamente foi ainda formador/coordenador do Curso Livre de Teatro durante o mesmo período. Ainda em 2006 integra a Comissão Organizadora da 1ª edição do Festival S.E.T. (Semana das Escolas de Teatro) com a função de Produtor Executivo.
Como ator, colaborou com Teatro do Noroeste/ Centro Dramático de Viana (Viana do Castelo), Teatro Oficina (Guimarães), Teatro Atípico (Porto), Dois Pontos – Associação Cultural (Porto), Produções Suplementares (Porto), Teatro Ágil (Viana do Castelo), Teatro Arado (Vila Nova de Gaia), Yellow Star Company (Lisboa), Associação Usina (Lisboa) e Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho (Caminha) e Visões Úteis (Porto).
Foi dirigido por diversos encenadores, destacando nomes como António Pires, Alan Richardson, Rogério de Carvalho, Nuno Cardoso, Inês Vicente, Lee Beagley, Gil Filipe, Hèlder Costa, Marcos Barbosa, Paulo Sousa Costa, Carlos Costa e Graeme Pulleyin, entre outros.
Na área de encenação e formação, colaborou com vários grupos de teatro Amador e semi-profissional: Citânia – Associação Juvenil (Guimarães), Grupo de Teatro Marabunta (Porto), Associação Teatro Construção (Joane), Dupla-Face Companhia das Artes (Ponte de Lima), Grupo de Teatro do Vez (Arcos de Valdevez) todos eles no âmbito de projetos de descentralização cultural. Paralelamente à sua actividade como Ator e Encenador, foi Músico, Compositor e criou a sonoplastia de algumas das produções em que participou.
No cinema, participou em “Se fosse Ladrão Roubava…” de Paulo Rocha e “Bad Investigate” de Luís Ismael. No âmbito das curtas-metragens, participou em “BAF – Brigada Anti-Fado” de Patrícia Viana de Almeida, “Urban Sniper 2” de Gustavo da Luz, “Nada de Mais – Ajuste de Contas” de Luis Miguel Rocha e “Os Inúteis” de Rui Esperança.
Durante 2017 e 2018, foi animador de rádio na Rádio Alto Minho, onde foi responsável pelas rubricas humorísticas “O Triângulo das Bermudas” e “Teorias da Conspiração”. Ainda na área da locução e voz off desenvolve trabalho regular com o “Input Studio” onde também tem a função de Diretor de Atores em diversos trabalhos de dobragem e voz-off para vídeos educativos e institucionais.
A sua estreia em publicidade dá-se em 2019 no spot “53ª Capital do Móbel”, produzido pela Filmes da Mente.

TELEVISÃO

2019 – Publicidade "53ª Capital do Móbel"
1998 - Os Lobos (RTP)

CINEMA

2020 – Porto 1618, de Luís Ismael
2018 – Bad Investigate, de Luís Ismael
2014 – Se eu fosse ladrão...roubava, de Paulo Rocha
2012 – BAF - Brigada Anti-Fado, de Patrícia Viana Almeida