ANTÓNIO JÚLIO

1977

António Júlio (Gaia, 1977)
antoniojulio.weebly.com

Intérprete e encenador, desenvolve o seu trabalho a partir da cidade do Porto.

É diretor do curso de Interpretação na ACE Escola de Artes e professor da mesma disciplina. Iniciou o seu trabalho como intérprete em 1999 e como criador em 2004. Desenvolve e participa em projetos de teatro, dança e performance, tendo trabalhado com Joana Providência, Nuno Cardoso, Gonçalo Amorim, João Paulo Costa, Circolando, Kuniaki Ida, Deborah Hay, Loreto Martinez Troncoso, Vera Mantero, Rogério de Carvalho, entre outros.

Das suas encenações/criações mais recentes destaca “Festa para um”, apresentado do 85º aniversário do Teatro do Rivoli em janeiro de 2017; “Almas Mortas”, a partir de Nicolai Gógol, Teatro do Bolhão (Porto, 2015); “A Farsa” a partir de Raul Brandão, As Boas Raparigas… (Porto, 2014), “Escreve-me (Nocturno)” Teatro do Bolhão (Porto, 2014), “Fome Longe”, de Zeferino Mota (Porto, 2013), “Maison Marlène”, Teatro do Bolhão (Porto, 2103) e “Kavka”, de Raquel S., a partir de Franz Kafka, TUP (Porto, 2013).

É curador da VAGA Mostra de Artes e Ideias, iniciativa do Teatro do Bolhão.