PEDRO ROQUETTE

Nasceu em 1989 no Porto.
Finalizou o Curso de Interpretação na Academia Contemporânea do Espectáculo em 2009. Prova de aptidão Profissional “Espera aí que quero falar contigo”, escrito e encenado por Ricardo Alves com direcção de actores de Rodrigo Santos (Palmilha Dentada).

É membro e co-fundador da Companhia “Os Bisturi” onde integra o elenco como actor.

No teatro participou como ator em “Kombi T7 + 5” (Teatro Bisturi); “Senhor Máforo” (Companhia Instável); “Não sei o que o amanhã trará”, um espetáculo baseado na vida e obra de Fernando Pessoa (Teatro Bisturi e Co-produção Teatro do Bolhão); “Rei Édipo” (Encenação Kuniaki Ida, Teatro do Bolhão); "Estórias do Mato" (Encenação de Pedro Estorninho, Teatro Ensaio); "MARAT//SADE" de Peter Weiss (Encenação António Júlio, co-produção Numa Norma /As boas raparigas); "Penthesilia" de Heinrich von Kleist (Encenação Martim Pedroso, Materiais Diversos); "Dead Line Now" (uma criação original da companhia Persona, dirigida pelo grupo Francês "Von Magnet"), entre outros espetáculos.
No Teatro musical participou como ator em "A chave do clube secreto" (Encenação de João Guimarães e direcção musical de Diogo Santos Silva); "Gui e o Campeonato de Natal“ (com participação de Luciana Abreu); "A revolução dos que não sabem dizer nós” (Texto de Zeferino Mota e encenação de João Paulo Costa); ”Tarzan”; “Capuchinho Vermelho”; “O Livro da Selval”; “Dartanhã e os três mosqueteiros”; “O gato das Botas”, entre outros.

Em publicidade foi protagonista no spot KFC (2017), 2 spots “Wook” (2014 - Sync); "Worten"  regresso às aulas (2014 - Sync);  “Oportonity city – visit Porto”, vídeo promocional da cidade do Porto ( 2012 - Tráfico Audiovisual); Toyota Core Models (2011 - Filmes da Mente) e no spot publicitário “Dragon Ball” (1998).
No Cinema participou nas curtas-metragens: “No teu ventre” (realizado por João Filipe Silva); “Joana” (Realização Paulo Próspero); “Fragmentado” (Realização Paulo Próspero); “A vida é hoje “ (alunos da Universidade Católica do Porto) e “Trilhos” (de Rui Simão Ferreira, Academia RTP).
No campo das Performances, participou em "A Place for Love" (de André Guedes); "Sem título" (Oskar Gómez e Mata Esperanza López, Companhia L’ Alakran); "O que é que o Homem precisa para ser completo! (Flup) e "Flower Bed" de Massimo Bartolini (Serralves).

Em Televisão começou a trabalhar em 2001 fazendo figuração especial em "Olhar da Serpente";

Foi protagonista na série “Triangulo Jota” (HOP); 

E 2014 fez a personagem Bernardo na minissérie “Mulheres de Abril” (HOP) . 

Em 2016 participou na novela "Coração D'Ouro", na série "Dentro" (RTP1)

Em 2017 foi "David Taylor" no elenco principal  de  "Vidago Palace" , série da RTP 1.

Facebook share