PEDRO MIGUEL DIAS

Nasceu no Porto em 1988.

Licenciado em Teatro e Artes Performativas pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e Mestrado em Encenação e Produção pela Escola Superior Artística do Porto.

Como actor colaborou com encenadores como Filipe Crawford, Marcantonio Del-Carlo, Joaquim Nicolau, Nuno Pino Custódio, Eduardo Freitas, Manuel Ramos Costa, Roberto Merino, Júlio Cardoso, Luís Trigo, Emanuel de Sousa, Hugo Sousa, Luciano Amarelo e Paulo Freitas; Colaborou com as entidades Estaca Zero Teatro, Ponto Teatro, Teatro Nacional São João, Seiva Trupe, ETC Teatro, Cabeças no Ar e Pés na Terra, Companhia Instável, Espaço do Tempo, Galeria Zé dos Bois, Terra na Boca, Porta 27, Plebeus Avintenses, Lightbox, A20 Studio, CRIA, Antz Productions, Somnorte, Cinemágica Ciência Viva, Modal Criativity, Frame.

Criou e interpretou as performances “Libertem-me” (Vila Real, 2008), “Sala de Espera” (Porto, 2008), “Eram Malmequeres Senhor, Eram Malmequeres” (Porto, 2011), “A chegada do Senhor de Avintes” (Vila Nova de Gaia, 2011), “Performing Détournement” (Ponto Teatro/Companhia Instável, Porto, 2013).

Para além do seu trabalho como intérprete e encenador trabalha como formador na área da expressão dramática e dá regularmente voz a publicidade, dobragem para filmes e séries de animação e imagem real.

É produtor e criativo no colectivo CRIA onde assina vários trabalhos de vídeos promocionais, corporativos e institucionais, videoclips, eventos e consultadoria artística.

Facebook share